Sábado, 02 de Julho Paraguaçu Paulista 29ºC - 14ºC veja mais

Justiça nega segundo pedido de prisão de frei investigado por atropelar suspeito de furtar igreja

18/05/2022 - Entendimento da Justiça é de que o padre não ameaça as investigações


Justiça nega segundo pedido de prisão de frei investigado por atropelar suspeito de furtar igreja

O juiz da Vara Criminal de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), Pedro de Castro e Souza, negou na segunda-feira (16) o segundo pedido de prisão preventiva contra o frei Gustavo Trindade dos Santos, investigado por atropelar um homem suspeito de furtar uma igreja na cidade.

O religioso é investigado por tentativa de homicídio após o atropelamento, no dia 7 de maio, de Ângelo Marcos dos Santos Nogueira. O homem foi flagrado por câmeras furtando a casa paroquial da Igreja São Sebastião momentos antes de ser atingido por um carro da Diocese de Ourinhos (SP).

Ângelo estava internado na Santa Casa de Santa Crus do Rio Pardo em estado grave, e precisou ser transferido para hospital em Ourinhos. Além dos diversos ferimentos sofridos ao ser atropelado, ele contraiu uma infecção hospitalar segundo sua advogada.

No dia 10 de maio, a Justiça negou o primeiro pedido de prisão preventiva feito pelo delegado que investiga o caso, Valdir Alves de Oliveira. Nas duas vezes em que a polícia fez pedido de prisão, o Ministério Público se posicionou contra o pedido.

Furto em igreja

Câmeras de segurança flagraram o momento exato da ação do suspeito de furtar a igreja de São Sebastião. As imagens foram divulgadas na última sexta-feira (13).

O vídeo mostra Ângelo entrando no interior da casa paroquial. Durante a ação, é possível ver que ele circula sozinho pela secretaria da igreja procurando por algo (assista acima).

Após mexer nas gavetas e circular pela área, ele se dirige a um cesto, no qual se encontram algumas roupas. O suspeito remexe em várias peças, quando decide levar algumas e foge do local. Segundo o boletim de ocorrência, o atropelado furtou três moletons e uma camiseta.

Em outras imagens de câmeras de segurança, também reveladas na sexta, é possível ver a fuga de Ângelo por um outro ângulo. Ele corre pela rua, quando o carro da casa paroquial, sob direção do padre Gustavo, vira a esquina, persegue Ângelo, entra na calçada e o atinge.

Após prensar o suspeito do furto contra a vitrine de uma loja de tintas, o padre retorna à via e sai em disparada do local. Nas imagens, é possível ver parte da lateral dianteira do carro danificada.

Investigações

Na noite da última quinta-feira (12), o delegado Valdir Alves de Oliveira realizou um novo pedido de prisão contra o frei Gustavo, após a Justiça negar o primeiro pedido de prisão preventiva feito pela Polícia Civil. O Ministério Público havia recomendado o indeferimento do pedido no mesmo dia.

O juiz Pedro de Castro e Sousa negou o pedido de prisão com o argumento de que, embora haja gravidade na conduta, a Justiça entende que o frei não oferece risco, e que os advogados estão colaborando com as investigações.

"Não há indícios de possível reiteração delitiva ou de que o investigado se furtará a aplicação da lei penal, sendo possível a sua manutenção em liberdade neste momento, com o consequente indeferimento do pleito policial", explicou o juiz em sua primeira decisão.

No novo documento enviado à Justiça, com o parecer pela prisão do padre, o delegado alega que o frei estaria dificultando a investigação, uma vez que ele ainda não se apresentou à polícia.

Em sua segunda negativa de prisão, o juiz reafirmou que o frei não representa risco às investigações e está colaborando com o processo.

O frei Gustavo se apresentou, acompanhado de dois novos advogados, ao fórum de Santa Cruz do Rio Pardo na tarde da última quarta-feira (11). O chefe do cartório criminal confirmou que o padre esteve no local apenas para informar o seu novo endereço.

Já o advogado de defesa, César Augusto Moreira, confirmou que o frei está mudando seu endereço para o convento Santo Alberto Magno, no bairro de Perdizes, em São Paulo (SP). Ainda segundo a defesa, o frei poderá ser encontrado no endereço enviado à Polícia Civil na quarta-feira (18).

Em nota, a diocese informou que o frei Gustavo "foi afastado de suas funções religiosas e se encontra disponível para livremente cooperar com a Justiça". Ainda conforme a igreja, o padre está arrependido pelo ato e pede orações pela saúde do homem atropelado.

De acordo com a polícia, o frei Gustavo é habilitado, mas deveria ter renovado a carteira de habilitação em fevereiro de 2020. No entanto, o padre deve, a princípio, responder apenas administrativamente pela CNH junto ao Detran.

A polícia também apura o furto na secretaria paroquial, que aparentemente teria motivado a atitude do padre. Por esse crime, Ângelo chegou a ser preso em flagrante no dia do atropelamento, mas será investigado em liberdade.

Fonte: G1



MAIS NOTÍCIAS

Prefeitura inicia reparos no Campo Society do Banespinha

Serão realizadas correções no muro e restauração do padrão de energia.

Motociclista morre após bater em cavalo solto na Rodovia em Martinópolis

Rapaz de 29 anos chegou a ser levado para a Santa Casa, mas não resistiu.

Senado aprova PEC com pacote de auxílios a carentes e a caminhoneiros

Com proposta, Estado de Emergência pode ser decretado até fim do ano.

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 43 milhões

Próximo sorteio será no sábado.

Geladeiras devem exibir hoje nova etiqueta de eficiência energética

Etiqueta indica diferença de conumo de até 30% entre produtos.

Sextou com S de Strogonoff de Frango do Restaurante Terceiro Tempo

Cremoso, delicioso, suculento. Peça o seu pelo AiqFome ou pelo ZapDelivery (18) 99786-3195.

Nadadores paraguaçuenses participam da Liga Paulista de Natação e da seletiva dos Jogos da Juventude

Equipe conquistou 25 medalhas, sendo 17 de ouro, 06 de prata e 02 de bronze.

Liquida Paraguaçu 2022 será de 8 a 16 de julho

Lojas que aderem a iniciativa oferecem descontos aos consumidores que variam de 10% a 70%.

ANUNCIE DIVULGUE