Segunda-Feira, 25 de Outubro Paraguaçu Paulista 27ºC - 21ºC veja mais

Decreto aumenta alíquotas do IOF para custear novo Bolsa Família

17/09/2021 - Regra vale até fim do ano e deve gerar R$ 2,14 bilhões em arrecadação


Decreto aumenta alíquotas do IOF para custear novo Bolsa Família

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quinta-feira (16) um decreto para aumentar as alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas transações de crédito de pessoas jurídicas e físicas. As novas alíquotas, que ainda não foram detalhadas, começam a valer a partir do dia 20 de setembro e têm validade até 31 de dezembro de 2021 deste ano.

O objetivo da medida é gerar uma arrecadação extra para custear o Auxílio Brasil, novo programa social de transferência de renda que substituirá o Bolsa Família. O valor do novo benefício, ainda não anunciado, deve ficar na faixa de R$ 300, segundo informou ontem (15) o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

"A medida irá beneficiar diretamente cerca de 17 milhões de famílias e é destinada a mitigar parte dos efeitos econômicos danosos causados pela pandemia", informou a Secretaria-Geral da Presidência da República.

O aumento no IOF deve gerar uma arrecadação de R$ 2,14 bilhões, estima o governo federal. O decreto com as novas regras ainda será publicado no Diário Oficial da União. Por ser um ato de competência exclusiva do presidente, o decreto tem validade imediata e não precisa da aprovação do Congresso Nacional.  

O IOF é um imposto federal pago por pessoas físicas e jurídicas em qualquer operação financeira, como operações de crédito, câmbio, seguro ou operações de títulos e valores mobiliários.

O governo informou que a alteração do IOF permitirá o aumento da cota de importação de bens destinados à ciência e tecnologia, com efeito em projetos de pesquisa, desenvolvimento e produção de vacinas contra o novo coronavírus em andamento na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e no Instituto Butantan.

A medida também permitirá, segundo o governo, a redução a zero da alíquota da Contribuição Social do PIS/Cofins incidente na importação do milho. O objetivo, neste caso, é reduzir os custos da alimentação.

Fonte: Agência Brasil



MAIS NOTÍCIAS

Tempestade causa destelhamento de casas e quedas de árvores em Quatá

Imagens registradas pelos moradores mostram como o temporal causou destruição em diversos pontos

Mais de 12 mil raios atingiram a região durante tempestade

Ventos passaram de 60 km/h e causaram estragos em diversas cidades.

Equipes da Energisa seguem trabalhando para restabelecer estragos causados pelo temporal

Ventos de mais de 60 km/h e chuva intensa foram registrados em toda a região.

Sabesp orienta que população de Paraguaçu economize água até normalizar a situação

Interrupção no fornecimento de energia prejudicou também o abastecimento de água na cidade.

Defesa Civil faz o levantamento dos estragos causados pelo temporal em Paraguaçu

Quem teve danos em suas casas e precisa de ajuda deve ligar para o telefone 153.

Temporal deixa rastro de destruição em Paraguaçu Paulista

Árvores, placas e até fachadas de estabelecimentos comerciais foram derrubados pela forte chuva.

TV PARAGUAÇU NOTÍCIAS EDIÇÃO 263

Confira os destaques da edição que foi ao ar nesta sexta-feira, dia 21.

Sanduiche de linguiça no pão italiano

Crocante, delicioso, irresistível. Vem aprender essa receita com a gente!

ANUNCIE DIVULGUE