Segunda-Feira, 19 de Abril Paraguaçu Paulista 27ºC - 21ºC veja mais

Petrobras anuncia aumento de 39% no gás natural para distribuidoras

07/04/2021 - O preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia


Petrobras anuncia aumento de 39% no gás natural para distribuidoras

A partir do dia 1º de maio, os preços de venda de gás natural para as distribuidoras estarão 39% mais caros em reais por metros cúbicos (R$/m³), na comparação com o último trimestre. Medido em dólar por milhão de BTU, unidade de energia usada nos Estados Unidos e no Reino Unido, (US$/MMBtu), o reajuste será de 32%.

De acordo com o anúncio da Petrobras, a variação é resultado “da aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento, que vinculam o preço à cotação do petróleo e à taxa de câmbio”. Conforme a companhia, as atualizações dos preços dos contratos são trimestrais e com relação aos meses de maio, junho e julho, a referência adotada são os preços dos meses de janeiro, fevereiro e março.

“Durante esse período, o petróleo teve alta de 38%, seguindo a tendência de alta das commodities globais. Além disso, os preços domésticos das commodities tiveram alta devido à desvalorização do real”, informou a petroleira em nota.

O repasse dos custos incorridos pela companhia para o transporte do produto até o ponto de entrega às distribuidoras também influencia os preços do gás natural da Petrobras. Esses custos são definidos por tarifas reguladas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). “Esta parcela do preço é atualizada anualmente no mês de maio pelo IGP-M, que, para o período de aferição (março de 2020 a março de 2021), registrou alta de 31%”.

Por causa do efeito da queda dos preços do petróleo no início do ano, durante 2020, os preços do gás natural às distribuidoras alcançaram redução acumulada de até 35% em reais e de 48% em dólares.

A Petrobras informou ainda que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelas margens das distribuidoras e, no caso do GNV, dos postos de revenda, e pelos tributos federais e estaduais.

“Além disso, o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas. Os contratos de venda para as distribuidoras são públicos e estão disponíveis para consulta no site da ANP”, concluiu a empresa.

Fonte: Agência Brasil



MAIS NOTÍCIAS

Apenas 12% da população de Paraguaçu Paulista foi vacinada contra a Covid-19

No ranking da vacinação no estado, cidade consta na posição 437º, com pouco mais de 5.500 imunizados

Idosos de 65 e 66 anos recebem a vacina contra Covid nesta terça em Paraguaçu

Primeira dose da vacina nesse público ocorrerá por meio do sistema Drive Thru, das 8h às 12h.

Programa Cidade Limpa não é eficaz para o combate a dengue em Paraguaçu, segundo a Prefeitura

Vigilância em Saúde quer instituir uma educação permanente na população

Vereadores se reúnem nesta segunda-feira, 19 de abril

Sessão Ordinária continua ocorrendo mais cedo, às 17h, e sem a presença de público.

Missas presenciais são retomadas com público reduzido em Paraguaçu Paulista

Celebrações estão sendo retomadas presencialmente em todas as igrejas católicas da cidade.

Prefeitura cria Plantão Social em Roseta e Conceição

Os locais já foram definidos e devem ser ativados assim que os trabalhos retornarem à normalidade.

Poupatempo retoma atendimento presencial a partir de 24 de abril

A medida faz parte das iniciativas da Fase de Transição do Plano São Paulo.

Pacientes deixam de realizar procedimentos durante a pandemia

Com o aumento da pandemia de coronavírus a procura por exames de mamografia caiu.

ANUNCIE DIVULGUE