Segunda-Feira, 19 de Abril Paraguaçu Paulista 27ºC - 21ºC veja mais

Covid-19: farmacêuticas levam multa por vender remédio acima do preço

06/04/2021 - Multas chegam a R$ 15,2 milhões pela comercialização dos medicamentos


Covid-19: farmacêuticas levam multa por vender remédio acima do preço

A Secretaria-Executiva da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (SCMED) multou empresas do setor farmacêutico em R$ 15,2 milhões pela comercialização de medicamentos usados no enfrentamento à covid-19 acima do preço autorizado no Brasil.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a aplicação de multas é resultado de atividades de monitoramento e de fiscalização do setor, realizadas pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), cuja Secretaria-Executiva é exercida pela agência.

“As ações de monitoramento e fiscalização foram iniciadas em julho de 2020, quando foi criada uma força-tarefa específica para atuar durante a pandemia de covid-19. De lá para cá, o grupo tem atuado para coibir a comercialização de medicamentos com preços superiores aos autorizados”, explicou a Anvisa, em nota, na noite de ontem. 

De acordo com a CMED, entre julho de 2020 e março de 2021 já foram instaurados 139 processos de sanção e aplicadas 64 multas aos agentes do setor farmacêutico que descumpriram as regras de preços.

Diligências

Desde que a força-tarefa teve início, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos trabalhou com diligência junto a empresas farmacêuticas, encaminhando 73 ofícios aos fabricantes, com solicitações de dados de comercialização dos medicamentos do kit intubação orotraqueal.

Também foram solicitadas informações às secretarias de Estado de Saúde (SES) e às secretarias Municipais de Saúde (SMS) das capitais, com a solicitação de informações sobre ocorrência de sobrepreço envolvendo medicamentos sedativos e bloqueadores musculares destinados ao enfrentamento da pandemia de covid-19 em compras públicas.

A Força Tarefa buscou ainda junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) dados relacionados a aquisições de medicamentos por hospitais privados e planos de saúde.

 

Fonte: Agência Brasil



MAIS NOTÍCIAS

Apenas 12% da população de Paraguaçu Paulista foi vacinada contra a Covid-19

No ranking da vacinação no estado, cidade consta na posição 437º, com pouco mais de 5.500 imunizados

Idosos de 65 e 66 anos recebem a vacina contra Covid nesta terça em Paraguaçu

Primeira dose da vacina nesse público ocorrerá por meio do sistema Drive Thru, das 8h às 12h.

Programa Cidade Limpa não é eficaz para o combate a dengue em Paraguaçu, segundo a Prefeitura

Vigilância em Saúde quer instituir uma educação permanente na população

Vereadores se reúnem nesta segunda-feira, 19 de abril

Sessão Ordinária continua ocorrendo mais cedo, às 17h, e sem a presença de público.

Missas presenciais são retomadas com público reduzido em Paraguaçu Paulista

Celebrações estão sendo retomadas presencialmente em todas as igrejas católicas da cidade.

Prefeitura cria Plantão Social em Roseta e Conceição

Os locais já foram definidos e devem ser ativados assim que os trabalhos retornarem à normalidade.

Poupatempo retoma atendimento presencial a partir de 24 de abril

A medida faz parte das iniciativas da Fase de Transição do Plano São Paulo.

Pacientes deixam de realizar procedimentos durante a pandemia

Com o aumento da pandemia de coronavírus a procura por exames de mamografia caiu.

ANUNCIE DIVULGUE