Sexta-Feira, 18 de Setembro Paraguaçu Paulista 33ºC - 16ºC veja mais

Paraguaçuense Daniel Nascimento supera bicampeão da São Silvestre e vence Meia Maratona

04/02/2020 -


Paraguaçuense Daniel Nascimento supera bicampeão da São Silvestre e vence Meia Maratona

Em um mês, o atleta Daniel Ferreira do Nascimento traz mais um motivo de orgulho para Paraguaçu Paulista de novo, como sempre fez em sua carreira como corredor de rua.

Dessa vez, no domingo, dia 2 de fevereiro, ele recolocou o Brasil no topo do pódio da Meia Maratona Internacional de São Paulo após dois anos. Em 31 de dezembro de 2019, Daniel Ferreira do Nascimento obteve a melhor classificação dentre os brasileiros na 95ª Prova Internacional de São Silvestre. Ele largou no pelotão de elite e chegou na 11ª colocação, com o tempo de 46min32s, a melhor entre os brasileiros.

O grande desafio era quebrar a má fase dos atletas brasileiros, que não venciam a maior corrida de rua da América de Sul desde 2010, ano em que Marílson Gomes dos Santos sagrou-se tricampeão – antes, havia vencido em 2003 e 2005.

Na Meia Maratona Internacional de São Paulo, Daniel Nascimento, de 22 anos, foi o vencedor da prova masculina, com tempo de 1 hora, 4 minutos e 34 segundos. A marca rendeu ao atleta índice para representar o país no Mundial de Meia Maratona, que será em 29 de março na cidade de Gydnia, na Polônia.

O resultado de Daniel igualou o histórico no masculino entre brasileiros e quenianos na Meia Maratona de São Paulo, com sete vitórias para cada país em 14 edições. A 14ª edição da Meia Maratona de São Paulo reuniu cerca de 7,5 mil atletas de várias partes do país.

Câmara parabeniza paraguaçuense campeão

Reunida em Sessão Ordinária na segunda-feira, 3 de fevereiro, a Câmara de Vereadores aprovou moção de autoria do Presidente Serginho, que parabeniza o atleta Daniel Ferreira do Nascimento por obter a melhor classificação como brasileiro na 95ª Prova Internacional de São Silvestre.

Daniel iniciou no esporte através do Projeto “Alunos Hoje, Atletas Amanhã” em 2011, com os professores Evandro Teixeira de Oliveira e Regiane Teixeira de Oliveira, diretamente na modalidade atletismo. Com uma resistência impressionante pelo seu porte físico franzino, Daniel, também conhecido pelos amigos como “Armero”, foi logo se despontando nos treinamentos aplicados pelos professores.

Dessa forma, foi quebrando marcas e se destacando mediante aos demais alunos, um fenômeno nos percursos entre 1.000 e 3.000 metros rasos. Fato consumado após as primeiras competições que Daniel disputou representando Paraguaçu Paulista. Tamanha foi sua supremacia, que o levou aos mais impressionantes resultados, conforme seu currículo na Federação Paulista de Atletismo e na Confederação Brasileira de Atletismo.

Daniel disputou as competições oficiais sob a bandeira paraguaçuense nos anos de 2012 e 2013, defendendo a Associação Luizas de Marilac; em 2014 transferiu-se para a equipe Orcamp Unimed de Campinas, onde atuou até o final de 2017. Desde junho de 2019, Daniel está defendendo as cores da Associação Bauruense de Desportos Aquáticos da cidade de Bauru, mas nunca esqueceu de suas origens, sempre saudando sua terra natal e os seus professores, que tiveram um olhar clínico para descobrir naquele menino franzino, o primeiro brasileiro classificado na 95ª Corrida Internacional de São Silvestre, no último dia 31/12/2019.

A 95ª Corrida Internacional de São Silvestre é a prova pedestre mais tradicional do Brasil.

A corrida, a mais famosa e tradicional do Brasil e da América do Sul, tem um percurso atual de 15 km pelo centro de São Paulo e é uma corrida mista desde 1975, quando começou a participação oficial das mulheres. Entre 1925, ano de sua criação e 1944, foi disputada apenas por corredores brasileiros.

Crescendo e sendo prestigiada através dos anos não apenas por atletas de elite mas também pelos corredores amadores, os números da São Silvestre fazem dela a maior corrida de massas da América do Sul, também em quantidade. Os 48 participantes da edição inicial em 1925 transformaram-se em cerca de 2 mil ainda no fim da década de 50, mais de 10 mil por edição nos anos 80, até alcançar um recorde de cerca de 35 mil participantes na edição de 2019.

Com apenas 21 anos de idade, o corredor ficou na 11ª colocação, com o tempo de 46min32s. Com o excelente resultado, Daniel já registrou seu nome na história de nossa cidade como o primeiro atleta paraguaçuense a conquistar um título Sul-Americano e agora como o 1º paraguaçuense a ser o melhor classificado entre os brasileiros na Corrida Internacional de São Silvestre.

“Assim, como forma de reconhecimento pela conquista deste extraordinário atleta, motivo de orgulho para os munícipes, pois quando sobe ao pódio, simbolicamente, leva consigo todos os paraguaçuenses, é que solicitamos aos ilustres colegas a aprovação desta Moção”, disse o autor Serginho.

 

Fonte: Silvana Paiva – Assessoria de Comunicação da Prefeitura / Leonardo Volcean - Assessoria de Imprensa da Câmara



MAIS NOTÍCIAS

Cadastro Municipal de artistas termina neste domingo, em Paraguaçu Paulista

Cadastro possibilitará também que os artistas se inscrevam para os editais

9 receitas de sorvete caseiro para se refrescar em qualquer estação

Um doce cremoso, que leva poucos ingredientes e ainda pode ser consumido como sobremesa.

Resiliência, a capacidade de dar a volta por cima

Bruno Roça Pereira, psicólogo, fala sobre essa força que existe em cada pessoa. Basta usar!

Assis tem mais um óbito confirmado por COVID-19

Cidade chegou a 23 mortes por complicações da doença.

Atividade física ajuda idosos a enfrentar a pandemia

Na clínica Vip, em Paraguaçu Paulista, os idosos tem treinamento personalizado e monitorado

Cai para 5 o número de casos ativos de Covid-19 em Paraguaçu nesta quinta

De 321 casos confirmados, 307 estão curados da doença.

Polícia Rodoviária apreende espingarda durante operação em Florínea

Ocorrência foi registrada na noite desta quarta-feira, na Rodovia Miguel Jubran.

TV Paraguaçu Notícias - Edição 11

Confira os destaques da edição que foi ao ar nesta quarta-feira, dia 16.

ANUNCIE DIVULGUE
TODOS CONTRA A DENGUE