Quarta-Feira, 12 de Junho Paraguaçu Paulista 30ºC - 14ºC veja mais

Usina no interior de SP é multada em mais de R$ 80 mil após mortandade de peixes

11/06/2024 - Estudo da Cetesb apontou a presença de vinhaça.


Usina no interior de SP é multada em mais de R$ 80 mil após mortandade de peixes

Moradores registraram mortandade de peixes no Rio Tibiriçá, em Queiroz — Foto: Arquivo pessoal

Uma usina de açúcar e álcool de Queiroz (SP) foi multada em R$ 84 mil pela Companhia de Saneamento Ambiental do Estado (Cetesp) por crime ambiental com infração gravíssima.

Segundo a companhia, a empresa Clealco é responsável pela mortandade de peixes no Rio Tibiriçá, que cruza a cidade de Queiroz. Técnicos constataram que os peixes morreram por falta de oxigênio na água, causado por águas residuais descartadas no rio.

No dia 27 de maio, a Polícia Ambiental e a Cetesb estiveram no município coletando amostras do rio. A Polícia Civil de Queiroz também abriu um inquérito para apurar a mortandade de várias espécies de peixes no local, e uma representação sobre o caso também foi entregue ao Ministério Público de São Paulo (MP-SP).

No último mês, moradores de Queiroz registraram uma grande quantidade de peixes de várias espécies mortos nas margens do Rio Tibiriçá. Segundo eles, o problema é recorrente e a principal suspeita era de que empresas da região estariam despejando resíduos de forma irregular no rio.

O estudo da Cetesb apontou a presença de vinhaça, um composto químico líquido que surge através do processo industrial de transformação de cana-de-açúcar em álcool.

Na sexta-feira (7), a análise completa da água ficou pronta e, em nota, a Cetesb afirmou que a multa foi aplicada "pela alteração na qualidade das águas do Rio Tibiriçá, que causou mortandade de peixes e condições inadequadas para a vida aquática".

Em nota, a Clealco informou que "todas as suas operações seguem práticas sustentáveis" e que "cumpre as normas regulamentadoras aplicáveis". A empresa também reforçou que "não executa ou incentiva ações que impactem negativamente o meio ambiente".

A companhia afirmou ainda que "possui um mapeamento detalhado de suas operações, e não encontrou nenhuma evidência que correlacione a empresa ao ocorrido", sendo que "o auto de infração recebido não conclui que o fato em questão tenha sido causado pela Clealco".

 

Fonte: G1



MAIS NOTÍCIAS

Pesquisa quebra mito de que dinheiro não traz felicidade

Uma pesquisa americana e de um site de relacionamento diz completamente o contrário

Feirão de negociação de dívidas da Sabesp vai até sábado, dia 15

Mutirão acontece em todos os municípios atendidos pela Companhia

Tradicional Festa Caipira da Casa Lar será nos dias 6 e 7 de julho

Evento terá música ao vivo, quermesse, almoço e leilão de gados.

Energisa investe em melhorias no sistema elétrico da região

Cronograma desta semana contempla serviços de manutenção na rede

Ônibus Circular gratuito de Quatá atinge marca de 64 mil passageiros em 8 meses

O transporte gratuito é uma opção prática e segura para deslocamento dentro da cidade.

Ministério Público do Estado de São Paulo denunciou suspeita no caso dos perfis falsos em Paraguaçu

Uma das envolvidas aceitou o pagamento de multa; outra foi denunciada e responderá criminalmente.

Departamento Municipal de Esporte e Lazer abre inscrições para aulas de natação em Paraguaçu

Vagas são para crianças de 8 a 11 anos e para a comunidade em geral

Escritoras de Paraguaçu Paulista participam de Encontro Mundial de Literatura

Valdina e Valdineia possuem vasto currículo literário

Marque #tvparaguacu
ANUNCIE DIVULGUE