Quarta-Feira, 12 de Junho Paraguaçu Paulista 30ºC - 14ºC veja mais

Juiz considera inconstitucional taxa de uso de terrenos de marinha

11/06/2024 - Ação pede anulação de dívida com governo por ocupação de área


Juiz considera inconstitucional taxa de uso de terrenos de marinha

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte considerou nesta segunda-feira (10) inconstitucional a cobrança da taxa de ocupação de terrenos de marinha no litoral brasileiro. A decisão foi proferida pelo juiz federal Marco Bruno Miranda Clementino. A liminar não é definitiva, e a União pode recorrer.

Os terrenos de marinha estão localizados na faixa de 33 metros a partir da linha de maré alta, onde estão localizadas as praias e margens de lagos e rios. Os locais só podem ser ocupados com autorização da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), mediante pagamento de uma taxa anual.

Ação

A questão foi decidida em um processo que pede a anulação de uma dívida com o governo federal pela falta de pagamento da taxa pela ocupação de um imóvel.

Na decisão, o magistrado citou que há "insegurança jurídica" sobre a demarcação dos terrenos de marinha, cujos limites levam em conta informações da época imperial do Brasil.

"A caracterização do terreno de marinha tem como materialidade a dificílima definição da linha da preamar médio de 1831 para cada centímetro do litoral brasileiro, um dado técnico inexistente e rigorosamente impossível de ser recuperado, à míngua de registros históricos seguros”, afirmou.

O juiz também citou que a União "explora financeiramente" os terrenos.

"É necessária uma interpretação no mínimo hipócrita para afirmar pela possibilidade de resgate histórico dessa linha do preamar médio de 193 anos atrás, em cada átimo de um litoral gigantesco como o brasileiro, a partir de registros históricos escassos e imprecisos pela falta, à época, de equipamentos sofisticados que permitissem uma segura análise", completou.

PEC

A decisão foi assinada em meio à discussão sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 3/2022, que transfere a propriedade dos terrenos do litoral brasileiro para estados, municípios e a iniciativa privada.

Domingo (9), a PEC foi alvo de protestos na orla do Rio de Janeiro.

 

Fonte: Agência Brasil



MAIS NOTÍCIAS

Tradicional Festa Caipira da Casa Lar será nos dias 6 e 7 de julho

Evento terá música ao vivo, quermesse, almoço e leilão de gados.

Energisa investe em melhorias no sistema elétrico da região

Cronograma desta semana contempla serviços de manutenção na rede

Ônibus Circular gratuito de Quatá atinge marca de 64 mil passageiros em 8 meses

O transporte gratuito é uma opção prática e segura para deslocamento dentro da cidade.

Ministério Público do Estado de São Paulo denunciou suspeita no caso dos perfis falsos em Paraguaçu

Uma das envolvidas aceitou o pagamento de multa; outra foi denunciada e responderá criminalmente.

Departamento Municipal de Esporte e Lazer abre inscrições para aulas de natação em Paraguaçu

Vagas são para crianças de 8 a 11 anos e para a comunidade em geral

Escritoras de Paraguaçu Paulista participam de Encontro Mundial de Literatura

Valdina e Valdineia possuem vasto currículo literário

Arraiá de Prêmios da APAE atrai multidão e mais uma vez é sucesso em Paraguaçu Paulista

Show de Prêmios teve apoio do comércio local e a finalidade foi arrecadar recursos

Polícia encontra 200 kg de pasta base de cocaína escondidos em pneus e estepe de carreta em Jaú

​​​​​​​Apreensão foi no km 174 da SP-225.

Marque #tvparaguacu
ANUNCIE DIVULGUE